Qual o Jeito Certo de Medir a Febre do Bebê?

Quando os bebês estão com febre, todos os pais ficam atordoados e preocupados, principalmente se for o 1º filho do casal. No entanto, a elevação da temperatura é um processo muito comum nos dias primeiros dos bebês e que vai se repetir por muitas vezes.

No entanto, qual o jeito certo de medir a febre do bebê?

De forma geral, os médicos consideram febre as temperaturas acima de 37 graus Celsius ou centígrados. Porém, uma consulta clínica pode ser importante já que alguns seres humanos tem uma temperatura corporal mais alta, onde, em alguns casos, uma temperatura de 37,5 graus, por exemplo, pode ser considerada normal.

Como medir a Temperatura da Forma Correta?

Mas, como os pais podem medir a temperatura do filho e saber se realmente ele está em estado febril? Com termômetros. Dependendo da tecnologia, eles devem ser postos em baixo do braço do bebê ou aproximados da testa, o que vai depender do modelo e da marca do produto.

Não há uma indicação perfeita para o tipo de termômetro, o que se sabe é que aquele de vidro com uma coluna de mercúrio dentro já está em desuso, mesmo porque os digitais têm apresentado valores acessíveis, além de ser de fácil uso (embaixo das axilas).

O que fazer quando o termômetro marcar acima de 37ºC?

Se a temperatura estiver acima de 37ºC, o que é considerado estado febril, os pais devem procurar um médico, que vai avaliar o quadro geral, inclusive com exames laboratoriais para assegurar a possibilidade de uma infecção bacteriana.

Se a temperatura for acima dos 39 graus, o estado é considerado muito febril, portanto, o mais aconselhável é ir até um plantão 24 horas. Vamos falar mais disso no próximo tópico.

No entanto, antes disso, para bebês acima de 3 meses, o ideal é observar se o filho está há mais de 48 horas com febre. Se não for o caso, vale a pena desgalhar ele um pouco, por um período de, no mínimo, 30 minutos. Se a febre persistir, aí sim, vá ao pronto-socorro.

Quando a Febre pode ser Considerada Grave?

Como vimos no tópico acima, a partir de 37º C, o bebê já pode estar em um estado febril. Após verificar a temperatura, os pais precisam se atentar também ao comportamento da criança. Por exemplo, ainda que esteja em estado febril, se ela estiver comendo bem, brincando e tranquila, não há motivos para pânico.

Por outro lado, se além da febre, ela estiver agindo de forma estranha, é preciso procurar um médico imediatamente, levando em conta também o choro, que pode ser mais acentuado do que o habitual.

Considerações Finais

Para todos os casos, note que o mais aconselhável após constatar o estado febril do bebê é procurar um médico especialista (pediatra), que vai poder dar as devidas recomendações. Nunca, no entanto, é recomendável fazer o uso de medicações por conta própria, sem a prescrição clínica.

No caso dos bebês, uma medicação incorreta ou em dosagem superior ao permitido pode ser fatal.

Com informações do BabyCenter

https://brasil.babycenter.com/a1500103/febre-no-beb%C3%AA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *